Senalba Pernambuco esclarece situação do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 do Sistema FIEPE SESI/SENAI/IEL

 

 

Companheiros (as) empregados do SESI/SENAI/IEL do Estado de Pernambuco.

Talvez vocês estejam questionando o motivo pelo qual o SENALBA/PE se mantém em silêncio até o presente momento no tocante às informações sobre a negociação das reivindicações, as quais foram recolhidas dos trabalhadores das entidades acima mencionadas em todo Estado de Pernambuco, para o Acordo Coletivo de Trabalho 2018-2019. Pois bem, os efeitos da nova legislação trabalhista, a qual entrou em vigor no dia 11 de novembro de 2017, a apelidada de “DEFORMA TRABALHISTA”, trouxe seus inúmeros reflexos, os quais nos têm afetado diretamente.

Este sentimento se manifestou desde o mês de março do corrente ano quando os trabalhadores, se negaram a autorizar o desconto da contribuição sindical para o seu sindicato representativo, NEGANDO sua representação sindical. E, principalmente estamos sentindo a força do movimento sindical se desmoronar, haja vista a precariedade na representação para participar das negociações da pauta de reivindicações para o Acordo Coletivo de Trabalho 2018-2019. Na realidade o que está acontecendo é que o sistema FIEPE, com o qual fomos convidados a negociar o Acordo Coletivo de Trabalho SESI/SENAI/IEL, está subestimando a força do SENALBA/PE. O atual “Sistema Fiepe” não oferece nenhuma proposta minimamente plausível porque apenas pouquíssimos empregados ainda são nossos associados e dentre eles 9 (nove) pertencem à Diretoria do Sindicato.

Companheiros, até a presente data houve 3 (três) tentativas de negociações junto à comissão do Sistema Fiepe. Nas duas primeiras tentativas, as propostas apresentadas na pauta de reivindicação que recolhemos em cada unidade, não obtiveram nenhum êxito. Nesses dois primeiros encontros com a comissão formada pelo sistema Fiepe, o SENALBA/PE, percebeu claramente que o único intuito era a parceria do Sindicato obreiro para defender os interesses da Empresa perante os trabalhadores, utilizando para isso o processo de fusão das empresas.

Como o SENALBA/PE não sinalizou favorável a tal artimanha, convocou-se a terceira reunião. Nessa terceira reunião a Comissão representante do sistema Fiepe tentou a todo custo colocar o Sindicato contra a parede, solicitando uma posição de proposta, porém tais propostas já haviam seguido junto à pauta de reivindicação. No desenrolar desta terceira reunião, o Sistema Fiepe, ofereceu a proposta, totalmente insensata ao nosso ver, na qual concederia reajuste salarial no percentual de 1,5%, CONTUDO a NÃO renovação de nenhuma cláusula dos acordos anteriores que consequentemente retira todas as conquistas as quais diferenciam os trabalhadores do SESI/SENAI/IEL, das outras categorias.

Achando pouco, como forma de ameaça, a Comissão do Sistema Fiepe trouxe para mesa de negociação o Plano de Saúde, o qual nunca fez parte da pauta de negociação, alegando, de forma descabida que se a pauta de reivindicações dos trabalhadores fosse atendida, a Empresa cortaria o plano de saúde sem a participação dos trabalhadores. Diante desta atitude, o SENALBA/PE deu por encerrada a terceira negociação.

Infelizmente, temos recebido informações sobre a existência de um grupo divulgando de forma inconsequente para os companheiros que o Acordo Coletivo de Trabalho ainda não foi finalizado, por intransigência do SENALBA/PE.

Sabe-se que este tipo de atitude é corriqueira em época de negociações salarial, uma vez que o empregador sabe que 95% dos empregados acreditam naquilo que o patronal lhe informa. Porém jamais por intransigência do SENALBA/PE!

O SENALBA/PE, como uma instituição representativa da classe laboral, jamais participará de nenhum acordo que não garanta reposição da inflação no salário dos funcionários. Apesar da “reforma trabalhista” nós queremos ampliar direitos e nunca retirá-los! Caso não seja possível ampliar os direitos, os deixaremos como está, jamais permitiremos suprimi-los após anos de luta.

O SENALBA/PE jamais defenderá os interesses da Empresa. Representamos a classe trabalhadora.

Por fim, cumpre esclarecer aos nossos companheiros, principais interessados, que o SENALBA/PE permanece aguardando o novo convite do Sistema FIEPE, com propostas mais plausíveis, para desta forma colocarmos em discussão junto aos trabalhadores.

Companheiros, fortaleça seu sindicato, juntos teremos mais força na garantia dos seus direitos!

A DIRETORIA

Compartilhe nas redes sociais